26 February 2006

Os Tagarelas,

Ontem, isto é sexta-feira, regressei ao Minho, a viagem correu lindamente, o motorista não parou em Esposende, não percebi muito bem porquê mas a verdade que é me livrei de andar as voltinhas pela nacional, o que sabe sempre bem. É claro que há sempre uma excepção à regra, neste caso é mais uma excepção ao lindamente, e quem anda de transportes públicos sabe muito bem do que estou a falar…Os Tagarelas…sim esses seres que quando menos esperamos lá aparecem para nos atormentar.
Para quem ainda não sabe estes seres andam de transportes públicos simplesmente com a intenção de tirar o sono a qualquer um! Mas o mais grave, são os efeitos secundários: terríveis dores de cabeça e a incapacidade de desligar da conversa.
Pois é meus amigos estes seres são autênticos mutantes, disfarçam-se de humanos para nos atacarem usualmente são idosos ou então jovens de meia idade, enganam-nos pela aparência muito simpáticos pergunta sempre se o lugar esta ocupado…e puff quando menos esperamos, lá se alapam, o autocarro pode estar completamente vazio mas eles fazem questão de se sentarem ao meu lado….ora toca a arrumar a tralha toda para arranjar lugar…pensando tratar-se de um ser normal, mas mal este se senta basta esperar uns segundos e eis que começa o inferno…oh não é um tagarela…mais uma vez fui enganada, como é que isto é possível?!
Sinceramente, ainda não percebi porque é que não há um fiscal que controle esta invasão, um fiscal não seja suficiente é necessário ir mais longe e atacar o cerne desta civilização...eles andam ai…temos que pensar num plano rápido e eficaz!
Aceitam-se sugestões, isto assim não pode continuar!